“De onde você tira tantas boas ideias?”

“De onde você tira tantas boas ideias?” Como as boas ideias nascem?

 

As ideias… como é que elas surgem?

Steven Johnson tem um palpite ou dois sobre isso. Acredita que as ideias grandiosas, realmente inovadoras, não surgem “do nada”. Elas são o encontro de dois ou mais pequenos palpites. E elas levam um tempo de maturação, até que possam ser consideradas realmente boas ideias., uma média de 2 a 3 anos, às vezes até mais – pois são necessários ajustes, novos palpites vão surgindo, e assim a ideia vai sendo lapidada.

Observando a História, ele notou que os ambientes onde as pessoas se encontravam eram propícios para debates e troca de impressões. Com essas trocas, novas ideias surgiam. Claro que as ideias melhoraram bastante depois que trocaram o álcool pelo chá e café, o pessoal ficou um pouco mais disposto e ligado, conseguindo fazer mais sinapses…

Trazendo para os dias atuais, com o estilo de vida multitela, conectados 24h, Johnson acredita que estamos desgastando a nossa mente e não a possibilitando ter insights mais sofisticados, pois não damos tempo para um maior aprofundamento em conceitos e processos. Estamos mais distraídos, porém as novas formas de conexão e de aproximar pessoas facilita nossas chances de achar aquela peça que falta para completar a ideia! Eu gosto de chamar isso de inspiração

 


crédito da imagem do banner: pintura de William Hogarth

 

RelatedPost

Gostou? Então compartilhe esta mensagem por aí!